quinta-feira, 28 de julho de 2011

Lótus Restaurante Vegetariano (São Paulo - SP)

Olá pessoal, no último domingo estive presente no 4º Festival da Cozinha Vegetariana + 4º Seminario Alimentação Ética que aconteceu em São Paulo. Mas desde o sábado já estava na cidade e decidi procurar um restaurante vegetariano próximo pra comer. Tinha que aproveitar a oportunidade.
O restaurante escolhido foi o Lótus, fica no centro da cidade, bem perto de onde estava hospedada. O restaurante é lindo e imenso (pelo menos perto dos poucos restaurante vegetarianos que conheço). O atendimento é excelente e a comida é de outro mundo! Deliciosa demais! Queria ter um desses por perto pra comer todos os dias ;~
Estava tão feliz que nem me lembrei de anotar todos os nomes dos pratos, mas dá pra ter uma idéia.
Meu prato também não está nada balanceado porque eu quis experimentar bastante, então deixei as coisas mais "cotidianas" de lado.
Seguem os pratos (meu e do meu namorado)..

Meu prato
  1. Rolinho de arroz tipo "sushi"
  2. Rolinho de rúcula com paçoca
  3. Cogumelos Shimeji
  4. Moqueca de palmito
  5. "Costelinha" agridoce
  6. Pimenta de cheiro recheada
  7. Hamburguer de soja
  8. "Peixe" de soja
  9. Croquete de curry
  10. Tofu com alguma coisa que não lembro o nome [1]
  11. Nata de soja
  12. Não lembro o nome [2]
Prato do namorado (destacando as diferenças do meu)
  1.  Omelete de tofu
  2. "Berinjela" de soja
  3. Arroz integral
  4. Salpicão de palmito
  5. Berinjela (não lembro a forma de preparo)
Meus pratos preferidos foram: o rolinho de rúcula com paçoca, o croquete de curry (tempero parecia ter saído de um templo Hare, delícia!) e a nata de soja.
Meu namorado gostou do salpicão de palmito e da nata de soja também.
O único prato que nós não gostamos foi a omelte de tofu. Essa não tá recomendada.

De resto,

quando estiver em São Paulo vale MUITO a pena comer no Lótus. 5 estrelas!
    Cara de felicidade do meu namorado não-vegetariano, rs.
    Até ele foi conquistado!

    Minha cara de felicidade XD

    Couve-Flor Gratinada

    Na semana passada o meu namorado veio almoçar na minha casa e como ele adooooora couve-flor resolvi preparar uma receitinha mais incrementada com essa hortaliça pra ele.
    Eu não sou uma grande fã de couve-flor, mas ficou tão bom que nós 2 comemos a travessa inteira sozinhos!

    INGREDIENTES:
        1/2 couve-flor grande
        1 colher (chá) de sal
        4 colheres e 1/2 (sopa) de manteiga
        3 colheres (sopa) de farinha de trigo
        2 xícaras de leite
        1 lata de creme de leite
        1 colher (chá) de noz moscada
        Queijo parmesão ralado
        Salsinha picada.

    PREPARO:


    Separe a couve-flor em galhinhos, lave bem e cozinhe em água fervente, por cerca de 10 minutos.
    Escorra e passe para um refratário. Reserve.
    Derreta a manteiga, junte a farinha de trigo e mexa rapidamente para não formar grumos.
    Acrescente a noz moscada e o sal diluídos no leite, aos poucos, sem parar de mexer.
    Junte o creme de leite e retire do fogo.
    Espalhe sobre a couve-flor e polvilhe o queijo ralado e a salsinha.
    Leve ao forno quente (200º graus) por cerca de 15 minutos para gratinar (ou até dourar).

    Close em um dos galhinhos da couve-flor
    Almoço: couve-flor gratinada, pvt fina à bolonhesa, batata doce frita e arroz integral.


    Adaptação para Ekadasi: substituir a farinha de trigo por fécula de batata.

    ---
    AHHHHHHHHHHH
    Já estão participando da promoção???
    É só seguir o blog! Saiba mais clicando na imagem abaixo.

    Maionese Vegetal (Vegana)

    Gente, a Govinda recentemente postou uma receitinha de hamburguer de lentilhas aqui com uma receita de maionese que ela usa. Então resolvi compartilhar com vocês a minha receita também.
    Aprendi esta receita em 2007 com a minha amiga e antiga professora de hatha yoga, Vishnupriya e acho a melhor maionese vegetal que já experimentei. Sempre que faço muita quantidade, acabo distribuindo potinhos para os amigos e eles também aprovam a receita.
    INGREDIENTES:
    - 1 batata grande (ou 2 médias) cozida
    - 200 ml de água
    - 150 ml de óleo
    - 3 colheres de sopa de extrato de soja
    - sal a gosto
    - tempero verde (opcional para dar sabor e deixar a maionese verde)
    PREPARO:
    Bater tudo no liquidificador. Conservar na geladeira por no máximo 7 dias.

    Dicas:
    - Para uma maionese branca, procure um extrato de soja mais clarinho e não use cheiro verde.
    - Para quem gosta, também pode acrescentar alho e cebola, mas deve ser consumida em no máximo 2 dias.


    O rendimento da receita é de aproximadamente 500ml, como eu moro sozinha faço meia receita.



    Adaptação (lacto-vegetariana) para Ekadasi: Substituir o óleo por azeite e o extrato de soja por 5 colheres de sopa de leite em pó.

    ---
    AHHHHHHHHHHH
    Já estão participando da promoção???
    É só seguir o blog! Saiba mais clicando na imagem abaixo.

    sexta-feira, 22 de julho de 2011

    Porque Hare Krishna não come alho e cebola?

    Kurma Dasa
    Hare Krishna, amigos!


    É a terceira vez que recebo esse texto por email, então resolvi compartilhar com vocês. Muitas pessoas têm curiosidade a respeito do não consumo de alho e cebola por parte dos devotos vaishnavas e eu acho que esse texto é bastante esclarecedor. Foi escrito por um famoso chef de cozinha que é devoto Hare Krishna e é conhecido como Guru Vegetariano da Austrália.

    Sua serva,
    Govinda-vallabhi dasi (IdS)



    Por que não alho e cebola?
    Tradução: Lissandra Firace




    O chef devoto de Krishna, professor, autor e estrela de TV, Kurma Dasa, sempre é indagado com essa pergunta. Aqui está sua resposta, bem ponderada:

    __ Eles não deveriam ser bons para você? Humm?

    Uma das perguntas mais comuns feitas a mim é esta: "Por que você não come alho e cebola? 
    Aqui está a minha resposta curta: como um devoto de Krishna e praticante de Bhakti-yoga, eu não como alho nem cebola, porque eles não podem ser oferecidos à Krishna.


    Aqui está a minha resposta mais longa: Você pode saber que a cebola e o alho são membros da família botânica aliáceos (alliums) - juntamente com o alho-poró, cebolinha e chalotas.

    Segundo a Ayurveda, a ciência médica clássica da Índia, os alimentos são agrupados em três categorias - sattva, rajas e tamas. Alimentos nos modos da bondade, paixão e ignorância. Cebola e alho, e as outras plantas aliáceas são classificadas como rajas e tamas, o que significa que aumentam a paixão e a ignorância.
    Aqueles que se submetem a cozinhar ao puro estilo brahmana da Índia, incluindo eu mesmo, e Vaishnavas - seguidores do Senhor Vishnu, Rama e Krishna â gostam de cozinhar apenas com alimentos da categoria sattva. Estes alimentos incluem frutas frescas, legumes e ervas aromáticas, produtos lácteos, grãos e legumes, e assim por diante. Especificamente, Vaisnavas não gostam de cozinhar com alimentos rajásico ou tamásico porque eles não podem ser oferecidos à divindade.


    Alimentos Rajásicos e tamásicos também não são usados porque eles são prejudiciais para a meditação e devoções. "Alho e cebola são rajas e tamas e estão proibidos aos yogis porque enraíza a consciência mais firmemente no corpo", diz a bem conhecida autoridade em Ayurveda, Dr. Robert E. Svoboda.


    Alguns ramos da medicina ocidental dizem que os Alliums têm benefícios de saúde específicos; o alho é respeitado, pelo menos nos círculos médicos alopatas, como um antibiótico natural. Nos últimos anos, enquanto as implicações dos resultados cardiovasculares do Allium vegetal têm sido estudadas com algum detalhe, as implicações clínicas do consumo da cebola e do alho a partir deste ponto de vista ainda não são bem compreendidas.


    No entanto, ainda há muitas coisas negativas a se dizer sobre o alho e a cebola. Não tão bem conhecido é o fato de que o alho no estado bruto pode carregar nocivas (potencialmente fatais) bactérias do botulismo. Talvez seja com uma consciência do presente que o poeta romano Horácio escreveu sobre o alho que "é mais prejudicial do que cicuta".


    Deve ser salientado que o alho e a cebola são evitados pelos espiritualistas porque eles estimulam o sistema nervoso central e pode perturbar votos de celibato. O alho é um afrodisíaco natural. A ayurveda sugere que é um tônico para a perda de potência sexual por qualquer motivo, debilidade sexual, impotência de excesso de indulgência em sexo e esgotamento nervoso de dissipação de hábitos sexuais. Diz-se ser especialmente útil para os idosos com tensão nervosa e diminuição da potência sexual.


    Os taoístas perceberam a milhares de anos que as plantas da família aliáceos eram prejudiciais para os seres humanos em seu estado saudável. Em seus escritos, um sábio Tsang-tsé descreveu os Alliums como os "cinco perfumados ou legumes perfumados picantesâ - que cada um tem um efeito negativo sobre um dos seguintes cinco órgãos - fígado, baço, pulmões, rins e coração. Especificamente as cebolas são prejudiciais para os pulmões, ao coração o alho, alho-poró ao baço, cebolinha (chives) para o fígado e cebolinhas (spring onions) para os rins.


    Tsang-tsé disse que estes vegetais pungentes contem cinco tipos diferentes de enzimas que causam "hálito repugnante, odor extra-sujo de suor e movimentos do intestino, e levam à indulgência lasciva, aumentam a agitação, ansiedade e agressividade", especialmente quando consumidos crus.


    Coisas semelhantes são descritos na Ayurveda. "Além de produzir hálito e odor corporal, estas plantas (aliáceos) induzem irritação, agitação, ansiedade e agressividade. Assim, eles são prejudiciais fisicamente, emocionalmente, mentalmente e espiritualmente. De volta à década de 1980, em sua pesquisa sobre o funcionamento do cérebro humano, o Dr. Robert [Bob] C. Beck, DSc. descobriu que o alho tem um efeito negativo sobre o cérebro. Ele constatou que o alho de fato é tóxico para o homem porque seus íons de hidroxila sulfona penetram a barreira hemato-encefálica e são tóxicos para as células do cérebro. Beck explicou que, desde os anos 1950, sabia-se que o alho reduziu o tempo de reação de duas a três vezes quando consumidos pelos pilotos tendo testes de vôo. Isso ocorre porque os efeitos tóxicos do alho âdessincronizamâ as ondas do cérebro.Precisamente pela mesma razão, a família de plantas de alho tem sido amplamente reconhecidas como sendo prejudiciais aos cães. Mesmo quando o alho é usado como alimento na cultura chinesa é considerado nocivo para o estômago, o fígado e os olhos e uma causa da tontura e da energia dispersada quando consumidos em quantidades imoderadas. Nem sempre o alho é visto como tendo propriedades totalmente benéficas na culinária e na medicina ocidental. É amplamente aceito entre os profissionais de saúde que, além de matar bactérias nocivas, o alho também destrói as bactérias benéficas, que são essenciais para o bom funcionamento do sistema digestivo. Praticantes de Reiki explicam que alhos e cebolas estão entre as primeiras substâncias a serem expulsas do sistema de uma pessoa - juntamente com o tabaco, álcool e medicamentos farmacêuticos. Isto torna evidente que aliáceos tem um efeito negativo sobre o corpo humano e devem ser evitados por razões de saúde. A medicina homeopática chega à mesma conclusão quando se reconhece que a cebola vermelha produz uma tosse seca, olhos lacrimejantes, espirros, corrimento nasal e outros sintomas familiares relacionados com o frio quando consumidos.Estas são apenas algumas das razões para eu evitar alho-poró, cebolinha, alho e cebola.


    *****

    Já estão participando da promoção?
    Basta seguir o blog! Clique na imagem abaixo para saber mais:



    terça-feira, 19 de julho de 2011

    Bolinho de Arroz Integral e Farofa - ADEUS, Desperdício!

    Oi pessoal,
    tudo bem?
    Achei que quando as férias chegassem finalmente eu teria mais tempo pra postar aqui, mas acontece que "fazer nada" também toma tempo hahaha.
    Bom, estou voltando trazendo um receita que inventei na semana passada numa quase madrugada de muita fome: o bolínho do "Adeus, desperdício!", rs.


    Não sei se vocês vão concordar comigo, mas arroz e farofa são duas coisas que pra mim só são boas se estão frescas. Odeio farofa e arroz do dia anterior. Sempre tive o hábito de fazer bolinhos de arroz, aprendi a primeira receita de bolinho de arroz com a minha avó quando tinha uns 12 anos provavelmente. Porém, nunca tinha experimentado fazer um bolinho de arroz com FAROFA antes. E pra minha surpresa, deu SUPER CERTO!
    Aí vai a receita:

    INGREDIENTES:
    - Arroz integral (aquele que sobrou)
    - Farofa (aquela que sobrou), a quantidade de farofa deve ser 1/3 da quantidade de arroz
    - Shoyu
    - Farinha de Trigo
    - +/- 1 colher de sopa de fermento para cada tigela de 500ml de massa
    - Óleo para fritar


    PREPARO:
    - Misture o arroz e a farofa em uma tigela e vá adicionando o molho shoyu, o fermento e a farinha de trigo até formar uma massa consistente. Para chegar nesse ponto tem que meter a mão na massa literalmente e amassar bastante. Os ingredientes vão se juntando aos poucos e no final a tigela fica limipnha, a massa não deve ser grudenta.
    - Pegue pequenas partes de massa e modele como bolinhos.
    - Frite até ficarem dourados.

    Eu sei que fica meio complicado passar uma receita assim, mas tudo aconteceu de forma muito intuitiva e eu não medi as quantidades que usei.

    Sobre o resultado, eu comi os bolinhos ainda quentinhos e também uns que sobraram no dia seguinte. No dia do preparo os bolinhos eram super crocantes, uma delícia! No dia seguinte, esquentei no microondas, eles estavam fofinhos e o sabor estava muito similar ao de um kibe. Demais! São praticamente 2 receitas numa só! Difícil escolher de qual jeito gostei mais. Espero que vocês também gostem! =)
    Pra mim, desperdício de arroz e farofa? Nunca mais! hehe
    Close

    AHHHHHHHHHHH
    Já estão participando da promoção???
    É só seguir o blog! Saiba mais clicando na imagem abaixo.

    terça-feira, 12 de julho de 2011

    Tomate em promoção pra "moção" e pra "mocinha"

    Olá pessoal,
    como prometido, aí está a primeira promoção do nosso blog Tomate Cru.

    PROMOÇÃO GLUTADELA

    "A Glutadela é um embutido 100% vegetal, feito à base de glúten (proteina do trigo) é próprio para vegetarianos e veganos. Contém pouca gordura e não possui "efeito memória" como as mortadelas tradicionais com carne.Este produto não necessita de refrigeração antes de aberto, sendo assim pode ser enviado por correios com total segurança." (Texto retirado do site Guia Vegano)

    Eu escolhi esse presentinho porque eu experimentei a glutadela na casa de uma amiga e simplesmente adorei! Só conheci o produto depois de quase 6 anos de dieta vegetariana, acreditam? Pesquisei na internet e achei várias receitas interessantes que usam a glutadela como ingrediente. Agora vou encomendar pra mim e achei muito justo sortear uma aqui no blog. Não é nada grandioso, mas é uma lembrancinha que deve agradar o seguidor sorteado ;)
    Então seguem as regras do sorteio:
    - Para participar basta seguir o blog através do botão PARTICIPAR DESTE SITE / SEGUIR na barra lateral ~~~~~~~> 
    - O seguidor sorteado deve morar no Brasil.
    - O sorteio será realizado no dia 13/08/11 às 12h.
    - O seguidor sorteado ganha como prêmio 1 glutadela do sabor de sua preferência (e claro, de acordo com a disponibilidade de estoque da loja da compra): Castanha de Cajú, Azeitona ou Tradicional.
    - Para que o sorteio seja realizado será preciso que até a data do sorteio (13/08/2011) o nosso blog tenha pelo menos 40 seguidores, já que temos mais seguidores do que isso em nosso Twitter (http://twitter.com/#!/VegTomateCru).
    - E ainda tem mais! Se na data do sorteio o blog tiver pelo menos 50 seguidores, serão 2 seguidores presenteados ao invés de 1.

    É isso, boa sorte a todos os seguidores! Não se esqueçam de divulgar para fazer valer o sorteio e aumentar as chances de prêmios!

    quarta-feira, 6 de julho de 2011

    Veggieburger de Lentilhas (hamburger + maionese SEM ovos)

    Em Pindamonhangaba - SP existe uma comunidade rural Hare Krishna chamada Nova Gokula. Em épocas de festivais, Nova Gokula recebe muitos visitantes e lá mesmo há três opções de lugares para comer: o restaurante Govinda, o restaurante e lanchonete Jagannatha, e o quiosque da Eka. Neste último, comprei uma vez um veggieburger que até aquele então eu não tivera coragem de comer pelo tamanho - era gigante! Comprei um pro almoço pós ano novo e dividi com Theo, que adorou!

    Num dia dessa semana, com uma certa pressa de fazer um almoço rápido e já deixar alguma coisa engatilhada pro lanche mais tarde (que não fosse simplesmente pão com requeijão ou biscoito), resolvi fazer uma das receitas de hamburger que tenho anotadas aqui, mas na verdade, dei uma improvisada pra simplificar a coisa. Ficou mais prático e muito gostoso.

    Ingredientes para o hamburger:

    1 xícara (chá) de lentilha escorrida cozida, amassada
    2 colheres (sopa) de farinha de trigo
    2 colheres (sopa) de farinha de mandioca
    1 colher (chá) de curry
    1 colher (chá) de pimenta do reino
    1 colher (chá) de cominho
    Sal  a gosto
    farinha de milho para empanar
    óleo para grelhar (não precisa muito)

    Modo de Preparo:

    Misture bem todos os ingredientes, modele os hamburgueres do modo que desejar, passe na farinha e grelhe no óleo quente. Fácil, só demora mesmo para cozinhar a lentilha. Montei meu sanduba com fatias de queijo mussarela, os hambuguinhos de lentilha e fatias de abobrinha preparadas como os tomates verdes fritos.


    MAIONESE SEM OVOS
    Ingredientes

    4 colheres (sopa) de leite em pó (a receita original estava com leite de soja em pó)
    1 xícara (chá) de água gelada
    azeite, óleo de milho ou girassol

    Modo de preparo:

    Bata no liquidificador em tempo lento a água e o leite em pó até virar um mingau. NÃO mude a velocidade do aparelho sob risco de fazer a maionese desandar. Abra aquela tampinha da tampa do liquidificador e vá acrescentando óleo ou azeite até ficar no ponto de maionese.


    Dicas

    Para fazer maionese com sabores e cores, pode-se acrescentar outros ingredientes: azeitonas pretas ou verdes (logicamente sem caroço), duas a três colheres de salsinha picada para maionese verde, beterraba cozida para maionese vermelha, e para quem gosta de um pouco mais picante, uma pitada de páprica em pó.

    sábado, 2 de julho de 2011

    "Pãokora" de Beringela - Empanado de Berinjela [1] SEM OVOS


    Olá, pessoal! Sei que ando sumida daqui, estou há muitos dias sem postar receitas.. Até tenho algumas fotos de coisas que fiz nos últimos dias, mas postar aqui sempre acaba tomando um certo tempo, e eu estou MUITO sem tempo! rs Acredito que todo mundo que estuda e acompanha o Tomate Cru também esteja pois é época de final de período para muitos.
    Então resolvi falar rapidinho dessa receita que eu fiz, se é que se pode chamar de receita algo simples desse jeito. É a "pãokora", uma prima pobre da pakora, que é um prato indiano em que se empanam legumes com milho e muitos condimentos. Como fiz essa com farinha de rosca, que pra quem não sabe é feita de pão, resolvi criar esse trocadilho com o nome.

    INGREDIENTES:
    - Farinha de Rosca
    - Berinjela
    - Pimenta
    - Curry
    - Sal
    - Óleo para fritar
    PREPARO:
    Corte a berinjela em rodelas, não pode ser muito fina nem muito grossa, mais ou menos de meio centímetro de espessura.
    Deixe as rodelas de molho na água com sal por 30 min ou simplesmente mergulhe-as na água salgada e não espere tempo nenhum. Deixar de molho é opcional pra quem não gosta do "amarguinho" da berinjela, mas eu não deixa de molho porque eu adooooooro esse "amarguinho", rs.
    Coloque a farinha de rosca em um prato misturada com um pouco de pimenta e curry a gosto.
    Pegue cada rodela de berinjela molhada da água salgada e passe os dois lados no prato com a farinha temperada. Jogue no óleo quente imediatamente para fritar.
    Pela berinjela estar molhada ela consegue grudar bem a farinha, não tem necessidade nenhuma de utilizar ovos, e não entendo como tem gente que empana berinjela com ovos por aí. ;/
    Fica uma delícia, crocante por fora e derretida por dentro. E se você não deixar de molho em 10 min você faz um prato cheioooo de rodelas =D
    A próxima semana será a minha última semana de aula, então dia 10 devo estra de volta com mais receitas aqui ;D

    LinkWithin

    Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...