quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Sloppy Joes Vegetariano (Sem Alho e Cebola) - por Rādhā-prīti dd

Rādhā-prīti devi dasi (aka Debora Wolf) postou no blog dela uma receita chamada Sloppy Joes Vegetariano, que segundo ela trata-se de "uma receita americana de carne moída que achei num blog certa vez..., adaptei na versão vegetariana e é sucesso em casa." Se é sucesso, por que não compartilhar aqui né? Com a devida autorização da moça, compartilho o mesmo post que ela colocou no blog dela:

Hoje foi aniversário de uma colega do meu trabalho muito especial, como ela já havia pedido para experimentar o meu Sloppy Joes Vegetariano, resolvi fazer surpresinha e levar. Como várias pessoas iriam comer a preparação, preferi fazer com menos pimenta do que a receita original, menos adocicado e sem alho e cebola. Ando adaptando todas minhas receitas sem esses vegetais.


Ingredientes:
§  ½ pacote de proteína de soja moída (eu usei aquela mais clara)
§  ½ alho poró;
§  1 pimentão vermelho picado (o verde e o amarelo me dão azia, mas pode usar também);
§  1 caixinha de molho de tomate tipo Pomarola;
§  1 xícara de água;
§  1 colher (chá) páprica picante;
§  1 colher (chá) de cominho em pó;
§  1 colher (chá) de vinagre branco (usei de maçã);
§  1 colher (sopa) de orégano;
§  1 colher (sopa) de açúcar mascavo;
§  1 tablete de legumes (eu usei aquele que tem menos sal);
§  10 pães francês;
§  1 fio de azeite

Preparo:
1.       Em uma panela média frite primeiro o alho poró no azeite. Quando estiver dourado, acrescente a soja, o pimentão e a água.
2.      Espere uns 2 minutinhos e depois misture toda a lata de molho de tomate mexendo até ficar bem homogêneo.
3.      Depois acrescente os demais ingredientes, misturando bem.
4.      Deixe em fogo médio por uns 30 minutos, até engrossar o molho.
5.       Sirva sobre os pães. Se quiser, sirva com alface e cheddar fatiado.

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Creme de Milho

Creme de milho como acompanhamento a um bife de soja
Ingredientes:
- 1 lata de milho verde
- 200 ml de água
- 2 colheres de sopa de amido de milho
- 1 caixa de creme de leite ou creme de soja
- Sal e salsinha a gosto (cuidado para não acabar tudo verde!)

Preparo:
- Bata todos os ingredinetes no liquidificador
- Leve ao fogo até engrossar

Bife de Soja Acebolado

Ingredientes:
- Bife de Soja Desidratado
- Um pacote de sopa/creme de cebola instantâneo
- Cebola em rodelas
- Óléo para fritar

Preparo:
Hidrate e esprema bem o bife vegetal para que ele absorva o novo tempero (aqui tem um post sobre como hidratar a pvt de soja).
Prepare a sopa/creme de cebola conforme as instruções da embalagem.
"Mergulhe" o bife de soja na sopa/creme e dexe de molho por 10 min.
Frite o bife com pouco óleo, use somente o necessário para não grudar.
Depois de frito, doure as rodelas de cebola no óleo que sobrou.


Bife de soja acebolado acompanhado com creme de milho


- Compro os meus bifes de soja em um armazén natural que vende por peso (veja a foto).

Bife de Soja no Grill

Ingredientes:
- Bife de Soja Desidratado
- Shoyu
- Sal
- Salsinha

Preparo:
Hidrate e esprema bem o bife vegetal para que ele absorva o novo tempero (aqui tem um post sobre como hidratar a pvt de soja).
Prepare um molho misturando shoyu, sal (cuidado porque o shoyu já é salgado) e salsinha bem picada. "Mergulhe" o bife de soja nesse molho e leve ao grill já quente. Asse os dois lados do bife no grill até dourar, re-hidratando o bife com o molho com o auxílio de uma colher toda vez que este estiver muito seco.

Close - o bife fica com as marcas do grill


Notas:
- Compro os meus bifes de soja em um armazén natural que vende por peso (veja a foto).
- Usei um grill pequeno do tipo sanduicheira mesmo para preparar esse bife, não precisa ser nada grande/caro. Também dá pra fazer em uma frigideira anti-aderente.

Bolo de Coco Vegano

Esta receita é uma adaptação VEGANA (bolo sem OVOS e LEITE ANIMAL) da receita já postada aqui pela Govinda.
 


Ingredientes:
3 xícaras (chá) de farinha de trigo
1 e 1/2 xícaras (chá) de açúcar
1 e 1/2 xícara (chá) de leite vegetal sabor coco ou leite de coco
3 a 4 colheres (sopa) de creme vegetal
1 e 1/2 colher (sopa) de fermento

Modo de preparo: Misture primeiro o creme vegetal e o açúcar e quando ficar homogêneo vá colocando o trigo e depois os líquidos. Bata bem. Por último coloque o fermento. Depois de colocar o fermento, não pode ficar batendo a massa, deve-se apenas mexer o suficiente para misturar o ingrediente.

O forno tem que estar aquecido previamente. Deixe 15 minutos no forno alto e o resto no forno médio até dourar a massa (aqui em casa, foi um total de 40 min assando). Para saber o ponto, fure com um palito no meio do bolo, quando sair sequinho, pode retirar do forno.

Close


Cobertura:
Com o bolo ainda quente, fiz furos com um garfo e cobri com suco de morango. Depois salpiquei coco ralado e finalizei com os pedaços de morangos.


sábado, 20 de agosto de 2011

Strogonoff de Seitan com Champignon

Essa receita é praticamente igual a do Strogonoff de Soja com Champignon, só que no lugar da PVT eu usei o seitan picadinho em tiras.

INGREDIENTES:
- 200g de seitan picado
- 340g de molho de tomate
- 1 caixa de creme de leite (pode ser de soja para os veganos)
- óleo para refogar
- 1 colher de sopa de mostarda em grãos
- 100g de champignon picados

- 2 tomates
- 1 colher de chá de curry
- 1 colher de chá de noz moscada
- sal e pimenta a gosto

PREPARO:
- Em uma panela coloque o óleo para reforgar com a mostarda em grão e tampe. Conforme o óleo for esquentando os grãos da mostarda vão começar a estalar e vão ficar mais escuros, o barulho é parecido com o de pipoca, e quando o barulho parar você pode abrir a panela e acrescentar os outros temperos, o tomate e o seitan. Refogue em fogo baixo, mexendo por aproximadamente 5 min (o segredo desse strogonoff é a mostarda e o tempo do refogado antes do molho).
- Após refogar, acrescente o molho de tomate e 300 ml de água. Deixe cozinhar com a tampa da panela semi-aberta até a água evaporar e o molho ficar cremoso.
- Então, desligue o fogo. Acrescente o creme de leite e mexa até a coloração do molho ficar homogênea.

Ofereça e sirva com arroz branco e batata palha =)

Bife Vegetal ao Molho de Vinho

Fiz essa receita pra acabar com um vinho que estava aberto na geladeira, e achei que ficou muito boa. Quem não quiser usar uma bebida alcoolica pode substituir o vinho por suco de uva daqueles de garrafa de vidro sem açúcar.

INGREDIENTES:
- 4 bifes vegetais (utilizei o da Superbom)
- 200 ml de vinho tinto vegetariano ou 100 ml de suco de uva + 100 de água
- 80 ml shoyu
- 1/2 cebola picada
- 1 colher de chá de mostarda em grão
- pimenta do reino e sal a gosto
- 1 colher de sopa de amido de milho
- azeite para refogar
- champignon picado (opcional)

PREPARO:
- Em uma panela, coloque um fio de azeite e a mostarda em grão e tampe. Espere a mostarda estourar (como se fosse pipoca) e depois acrescente a cebola, o sal e a pimenta, completando o refogado.

- Dilua o amido de milho no vinho ou na água com suco de uva.
- Acrescente o vinho e o molho shoyu.
- Mecha todo o molho até ele ganhar corpo (engrossar). Reserve.
- Doure os bifes vegetais em uma frigideira.
- Acrescente o molho e os champignons por cima dos bifes fritos.

Close

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Novo Resultado para o Sorteio da Glutadela

Como o ganhador sorteado não respondeu as nossas mensagens nem entrou em contato no prazo estipulado, refizemos o sorteio.
E o seguidor sortudo foi:

Nih ♥ & ♥ Luh




Favor entrar em contato dentro de 48h (até às 22h de quarta) enviando um email para kktibinha@gmail.com ou um tweet para o @vegtomatecru.

Caso o contato não seja feito, um novo sorteio será realizado.
 


---
Posts desse sorteio:
http://tomate-cru.blogspot.com/2011/08/resultado-da-promocao-glutadela.html

http://tomate-cru.blogspot.com/2011/07/tomate-em-promocao-pra-mocao-e-pra.html




domingo, 14 de agosto de 2011

Rolinho de Soja com Batatas no Forno ou "Peixe" com batatas Vegetariano

Fiz essa receita para o almoço de hoje com o namorado e um amigo (também vegetariano). Nela vai o rolinho de soja da Vegemais, ele é feito com alga nori e por isso tem um "gostinho de peixe". O rolinho foi um dos produtos que comprei na feira do Seminário de Alimentação Ética em SP. Infelizmente, aqui no Rio ainda não tem esse produto =( Ele é um produto vegetariano delicioso!

 INGREDIENTES:
- 4 batatas médias
- 1 pacote de rolinho de soja de 300g
- 1/2 cebola picada
- 1 tomate picado
- Alecrim, noz moscada, pimenta, cheiro verde, açafrão, sal e azeite a gosto
- 150g de molho de tomate

PREPARO:
- Descasque e corte as batatas em rodelas e cozinhe em água com sal, açafrão e alecrim. Depois de cozidas, escorra e reserve as batatas e 1 copo da água do cozimento (200ml).
- Em uma outra panela, faça um refogado da cebola com azeite, sal, noz moscada, pimenta e o tomate. Depois de pronto, acrescente o molho de tomate e o copo de água do cozimento da batata. Misture e reserve.
- Corte o rolinho de soja em rodelas.
- Em uma travessa monte o prato final intercalando camadas: primeiro uma camada de rodelas de batata e depois uma camada de rodelas do rolinho de soja. Regue com um fio de azeite ao final de cada camada.
Por fim, finalize com o molho preparado e salsinha picada.
- Leve ao forno já pré-aquecido, em 180º por aproximadamente 15 min ou até dourar as batatas.

Close
Todos adoraram, o "gosto de peixe" impressionou e repetimos até devorar toda travessa, rs. Depois dizem que vegetariano não come nada!

sábado, 13 de agosto de 2011

Resultado da Promoção Glutadela

Sorteio realizado às 22:03h de hoje referente à promoção:

Todos os seguidores foram listados em ordem alfabética em planilha e o sorteio foi realizado no Random.org.
O ganhador foi.... 


...Iberê
Parabéns!
Entraremos em contato com o ganhador via Twitter e Facebook disponibilizados no perfil do blogger. Caso o ganhador não se manifeste em 48h faremos um novo sorteio.

E quem não ganhou, não desanime, em setembro teremos uma nova promoção. Aguardem ;)

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Vegetarianismo pelo mundo: os guaranis


O vegetarianismo é uma prática compartilhada por diferentes grupos sociais, alguns dos quais muitos de nós desconhecem. Em trabalho não publicado[1], Pablo Javier Abiuso Cabral escreve sobre os Guaranis e suas classificações alimentares, e pelas similaridades com o universo Hare Krishna estou utilizando o texto do jovem antropólogo em meu projeto de doutoramento. Como é algo bem “diferente”, achei interessante compartilhar com os leitores de Tomate Cru.
Guaranis. Fonte: http://blog.maisestudo.com.br/top-10-2/

Os guaranis associam estreitamente os alimentos ao sistema religioso, cujas práticas sócio-culturais visam alcançar aguyje, o estado de leveza da alma, perfeição e plenitude que permitirá, por sua vez, alcançar yvy maraey, a terra sem mal, sem passar pela morte. O sistema classificatório dos alimentos está interconectado às classificações que estruturam as redes de relações simbólicas e empíricas do sistema cultural guarani. Abiuso Cabral diz que existem condutas sacralizadas pelas normas míticas que permitem que os homens alcancem a alma divina – Ñe’eng –, tais como o vegetarianismo, a meditação e a tranquilidade espiritual, em oposição à alma animal –Asynguá – que permite que o homem coma carne, cometa excessos sexuais, adultério etc. A distinção dos alimentos indica a comida adequada para propiciar um corpo limpo, de acordo com “una ideia de transmutación del cuerpo a partir del tipo de comidas que consumimos” [2].
Para ter a possibilidade de obter aguyje deve ser evitado o consumo de alimentos elaborados por brancos, e não só os alimentos, já que evitar contato com eles e seguir as condutas representadas nos mitos e rituais aumentam a possibilidade de alcançar o estado de plenitude da alma espiritual guarani. A carne e o sangue estão associados à alma animal, o princípio animal que se deve controlar sob o risco de perder a espiritualidade e se converter em animais. Existe uma ideia de transmutação do corpo a partir do tipo de comidas que consumimos. Os alimentos então são divididos entre os de origem vegetal, assim como o mel e o kagyuý, bebida alcoólica feita principalmente da fermentação de milho; e os alimentos de origem animal, que devem ser consumidos com moderação e de acordo com certas regras e com uma série de rituais para caçar e preparar os alimentos.
No núcleo das práticas culturais dos guaranis está o consumo de kagyuý, que é parte do sistema de sentidos associado do calendário produtivo religioso, através do qual o cultivo de milho é organizado. Essa bebida é preparada e consumida principalmente em situações rituais e outras atividades coletivas.
Sempre que eu me deparar com algum texto interessante de outras culturas relacionadas ao vegetarianismo, tentarei compartilhar algum pequeno resumo com vocês, caros leitores, porque nem só de vegetais vivem os vegetarianos. Cultura é preciso!
Hare Krishna!


[1] Este trabalho foi apresentado como parte dos requisitos para aprovação no Seminário “La muy arcaica pasión: una mirada atenta sobre la función clasificadora, para etnógrafos y otros investigadores inveterados”, ministrada no Programa de Postgrado en Antropología Social da Universidad Nacional de Misiones (Argentina), em 2008, se não me engano.
[2] Abiuso Cabral, Guaraníes e Clasificaciones Alimentícias, p. 7 – não publicado.

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Nhoque (ou Gnocchi) de Lentilhas

Compartilhando com vocês essa receita que fiz na última terça-feira. O nhoque geralmente é feito de batatas e similares como aipim (ou mandioca) e batata doce. Mas eu resolvi arriscar e fazer com lentilhas, e não é que deu certo?
Tanto o nhoque quanto a lentilha já tem tradições relacionadas a boa fortuna. Agora imagine o potencial dos dois combinados ;)
Além de ter ficado saboroso é mais nutritivo do que o de batatas. Procurei receita de nhoque de lentilhas na internet e não achei nenhuma, então não sei fui a primeira a tentar, mas aí está a receita que usei.

INGREDIENTES:
- 200g de lentilhas bem cozidas (com pouco ou nenhum caldo) já temperadas
- +/- 80g de farinha de rosca
- Farinha de trigo para dar liga

PREPARO:
Primeiro, em uma vasilha, misture as lentilhas com a farinha de rosca até formar "grumos". Se for preciso, acrescente mais farinha de rosca. O ideal é que as lentilhas estejam bem cozidas mesmo, com uma consistência pastosa. Ao misturar com a farinha de rosca a massa começará a ficar consistente porém ainda pegajosa.
Depois é ir acrescentando farinha de trigo e amassando bem até formar uma massa uniforme, sedosa e sequinha. Ela deve soltar completamente da vasilha e não ficar grudando na mão.
Uma vez a massa pronta, polvilhe um pouco de farinha de trigo em um recipiente liso e comece a fazer canudos (ou rolinhos) de massa e corte em pedacinhos como na foto.
Coloque uma panela de água para ferver. Quando a água etiver fervendo, vá acrescentando os pedacinhos de massa de forma que não fique grudados um no outro. Eles vão ficar no fundo da panela. Após alguns minutos eles vão começar a boiar (sinal de que já estão cozidos), estão é só retirá-los da panela e reservar. Quem já preparou nhoque de batata vai perceber que esse nhoque de lentilhas demora mais a boiar, é normal, demora um pouco mais, mas funciona!


Depois de cozinhar todos os pedacinhos é só servir com o molho de sua preferência.

Aqui eu usei um molho de tomate tradicional com orégano. Se não tiver nenhuma receita de sua preferência fica a dica do molho de tomate da ChubbyVegan.

Você pode acrescentar sal e outros temperos a gosto na massa. Eu só acrescentei um pouco de curry porque a lentilha já tinha sido cozida com outros temperos.

Participe da promoção:

Bolo de Caneca de Chocolate: Prepare em 5 min!


Essa é para os chocólatras de plantão: um bolo de chocolate que fica pronto em 5 minutos! Sem nenhum ingrediente complicado e ainda é vegano! Qual o segredo? Microondas.
Essa receita é do ChubbyVegan.

INGREDIENTES:
- 8 colheres rasas (sopa) de água
- 1 colher rasa (sopa) de óleo
- 6 colheres rasas (sopa) de achocolatado
- 4 colheres rasas (sopa) de farinha de trigo
- 1 colher (chá) fermento em pó
- Essência de baunilha (se quiser)
- 1 caneca de 300ml ou maior (para não transbordar)

PREPARO:
Coloque os ingredientes secos na caneca e misture bem, depois adicione o óleo e em seguida a água, mexendo bem até formar uma massinha mais pra líquida e homogênea. Deixe por aproximadamente por 3 ou 4 minutos do microondas, cuidando pra não transbordar (se vir que vai acontecer, abra o micro, espere a massa baixar e ligue novamente).
Close

Eu preparei a receita ontem 2x. Uma pra mim e uma pro meu namorado, que disse comer pelo menos 3 dessas de uma vez caso eu tivesse feito, rs.
Eu usei uma tigela de louça de 300ml ao invés da caneca, e transbordou um pouco nas 2x. Aconselho usar um recipiente maior mesmo que 300ml, eu medi a massa antes de assar e o volume dela é de aproximadamente 200ml. Se acontecer de transbordar pode abrir o microondas sem medo, esperar um pouco e ligar de novo. O bolo não vai "solar", rs!

O bolo fica MUITO fofo! É delicioso! Pra acompanhar fiz uma cobertura também no microondas, segue a receita...

INGREDIENTES (COBERTURA):
- 3 colheres de sopa de achocolatado
- 1 colher de sopa de óleo
- 1 colher de sopa de água
- chocolate granulado

PREPARO (COBERTURA):
Misture o achocolatado, o óleo e a água num recipiente e leve ao microondas por 2 minutos. Jogue a cobertura sobre o bolo ainda quente. Cubra com chocolate granulado.

Fofura dentro de uma caneca!

Dicas:
- Veganos: tomar cuidado com o achocolatado e granulado que irá usar para não ter leite.
- Quem perefe chocolate em pó, pode acrescentar açúcar a receita.
- Quem quiser pode desenformar o bolo, e não precisa untar a caneca antes pra isso.
- Quem quiser também pode substituir a água das receitas por leite de soja ou por leite comum (para os não veganos)
- Cuidado para não viciar, rs! É muito rápido e barato de fazer, então cuidado pra não comer uma caneca dessas todos os dias! Excesso nunca é bom!

Participe da promoção:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...